Gente de Palavra

 a1

GENTE DE PALAVRA

 

Somos os poetas que não estão nos livros de escola,

aqueles cujos poemas pulsam o tempo do instante,

aqueles que estão nas ruas,

te cruzam caminho, te pisam no pé;

somos os que não calam, os que falam,

os incômodos,

aqueles que comem, que pagam impostos,

andam de ônibus.

Somos os poetas que não são citados nas teses de Letras,

aqueles que os jornais esperam que morram

para dizer que viveram,

Somos aqueles que não dão filmes,

cujas vidas não viram biografias,

aqueles que não estão na lista dos mais vendidos,

somos Gente de Palavra.

Renato de Mattos Motta

Bem vindo!