Bicho Homem (Barreto Poeta)

Bicho homem Barreto CAPA (4)

“Barreto é desses seres a quem aquele anjo drummondiano assopra, na hora do nascimento: “Vai, ser poeta na vida”. Resoluto e inteiro, ele percorre o mundo munido do verso, sua arma e instrumento – escudo e punhal, flor e espinho, fel e alimento. “É outra a morte que me come”, diz ele aos que tentam enquadrá-lo em outros moldes. (…) Os versos do Barreto são estandarte dos que nunca desistiram. Por isso, endosso o convite do poeta: “Morda e deixe sangrar…está viva e quente, é poesia”. ” (do Prefácio de Elmar Bones)

R$ 20,00

Frete: R$ 5,00 para qualquer lugar do país

Entrega em até 10 dias úteis

Banco 104 – Agência 0448-0 (Caixa)
Conta: 07640 — Renato de Mattos Motta
Operação 013

Comments are closed.